Personas: Tudo que você precisa saber | Studio DMS - Agência de Marketing Digital e Design
DMS - Blog - Personas

Personas: Tudo que você precisa saber

Marketing Digital

Compartilhe:

É muito comum nos deparamos com os conceitos de personas e público-alvo quando iniciamos na jornada do marketing digital. Trabalhar ambos é sempre uma tecla bastante batida e não é por acaso. Definir o público é um dos caminhos mais importantes para ter uma estratégia de sucesso e bons conteúdos.

Mais a frente te explicaremos tudo o que você precisa saber sobre personas e como chegar até a persona do seu negócio. Porém, antes de continuarmos, é importante que você já tenha em mente que personas e público-alvo são duas coisas diferentes, entretanto, muito confundidas. E sim, você deve ter os dois.

E, antes que você se pergunte por que personas são tão importantes e por que sua empresa deve trabalhar pensando nelas, já te damos as respostas: saber quem é o seu cliente final te ajuda e muito a produzir os seus conteúdos voltados para marketing digital, pois você utiliza as estratégias corretas para atingir as pessoas que têm um interesse real em adquirir o seu produto ou serviço e não perde tempo com leads que não necessitam do que você está oferecendo. 

Mas, afinal, o que são personas?

A persona é a representação fictícia de seu cliente ideal. Mas ela não é criada a partir de pensamentos utópicos. Surge através de dados reais e muita pesquisa com seus clientes, prospects e possíveis clientes. A partir disso, cria-se uma história e todas as características dela, mostrando seus anseios e dores. De forma geral, funciona basicamente como pontos comuns entre pessoas que já tiverem algum contato com sua empresa ou que poderiam ter.

Vale ressaltar que persona é diferente de público-alvo. A principal diferença está no fato de que o público é muito mais abrangente. A persona está mais próxima, tem quase uma relação sentimental. Ainda ficou confuso? Então confira o exemplo abaixo para uma empresa de organização:

Público-alvo: Mulheres de 25 a 55 anos, casadas, com filhos, geralmente trabalham fora, pertencentes às classes A e B. Precisam de ajuda para organizar a casa e a agenda, bem como a otimizar o tempo.

Persona: Mariana tem 35 anos, é empreendedora e dona de uma loja de doces. Possui dois filhos, um de 09 anos e outro de 05. Seu marido é médico anestesista, por isso passa pouco tempo em casa. Ela dedica muito tempo ao empreendimento e acaba deixando de lado a organização da casa e da agenda. Busca um profissional que possa orientá-la e ajudá-la a otimizar o tempo em casa e a organizar melhor os horários.

É importante dizer que você não precisa se limitar a apenas uma persona. Mas, cuidado! Também não exagere.

Quais os benefícios de definir uma persona?

Como já citado no início do texto, suas personas determinam qual será o foco de seus conteúdos, auxiliando para que você não perca tempo produzindo coisas que não serão úteis. Afinal, é muito mais fácil falar para alguém que você já conhece bem, não é mesmo?

Ela determina a linguagem e como você vai se comunicar com as personas. De nada adianta ter um bom texto, mas com termos muito técnicos e formais se seu cliente não irá entender. Dessa forma, você evita que o leitor perca o interesse pelo o que você tem a dizer. 

Além disso, uma persona mostra o caminho para descobrir os principais interesses e problemas que seu cliente ideal possui. Assim, fica muito mais fácil ajudá-lo e mostrar a luz para a solução. 

Como definir uma persona?

Personas: tudo que você precisa saber

Pesquisa: Você não pode simplesmente criar uma persona a partir de suas próprias impressões sobre os clientes ou possíveis clientes. Antes de qualquer dedução ou afirmação, é preciso fazer pesquisas detalhadas. Só assim, depois de muito estudo, você vai compreender quais são os problemas comuns entre seus clientes e potenciais clientes e quais os interesses de cada um.

Para realizar a pesquisa, você pode criar formulários online, fazer ligações, enviar emails ou até mesmo pessoalmente, se for possível e se encaixar em seu perfil. Além disso, em sua pesquisa você saberá em qual rede social sua persona está. Afinal, de nada adianta saber quem é a sua persona, se você tenta chegar até a ela nos locais errados.

Planejamento: Depois de pesquisar e entender melhor sobre cada um, é necessário planejar. É sempre bom reforçar: não adianta uma infinidade de conteúdos se eles não atendem as necessidades de sua persona. Por isso, tire um tempo para refletir: quais são os temas que podem interessar minha persona? O que ela gostaria de ver?

Funil: Provavelmente você já ouviu falar no funil do marketing. A partir dele, você pode definir quais assuntos serão abordados em cada etapa que o cliente passar. No topo, por exemplo, utilizam-se conteúdos que chamem a atenção e prendam o possível cliente na leitura. É a fase da descoberta.

No meio, a pessoa já está na fase da consideração, ou seja, compreendeu o problema e considera uma solução. Aqui, é possível investir em conteúdos um pouco mais ricos, como e-books.

Foco na pós-venda!

Então, quando o possível cliente entra no fundo do funil, significa que ele está prestes a tomar a decisão de compra. É nesse momento que você deve agir para convencê-lo de que o seu produto é o melhor para ele. Caso a compra seja efetuada, seu próximo passo é tentar fidelizar este cliente. Para isso, saiba o que ele achou da experiência e mantenha contato, ou seja, realize o trabalho de pós-venda. Uma dica para uma pós-venda assertiva é enviar um formulário por e-mail para o seu cliente e solicitar que ele avalie o atendimento, o produto e tudo que envolve o seu atendimento, dando notas de 1 a 10. 

Outra dica para ser sempre lembrado por seu cliente é enviar newsletters com conteúdos de blog e enviar mensagens especiais, personalizadas. Por exemplo, no dia em que seu cliente fizer aniversário. 

Antes de encerrarmos… 

Agora você já sabe porque a persona é parte essencial para o sucesso do seu negócio, então é a hora de criar a sua! Lembre-se de nossas dicas: faça pesquisas, conheça os seus clientes e potenciais clientes. Depois de estruturada, pense em conteúdos que a sua persona gostaria de ler e, aqui, vai uma dica bônus: tente pensar como a sua persona! Sabe aquela dica de quando estamos aprendendo um novo idioma, de que você não deve pensar em português, mas sim na língua que está aprendendo? Ela também é válida aqui!

Ah, e tão importante quanto técnicas de SEO, o alinhamento do conteúdo de acordo com as necessidades da persona abre uma infinidade de portas para seu negócio e para o sucesso de suas estratégias. Ainda tem dúvidas? Fale com o nosso especialista clicando aqui!

Atendimento Studio DMS